Um blog sobre Itália by Ana Borralho

La Bella Italia

A língua italiana

Posted by ana on 20 de Novembro de 2011 in Língua with 4 Comments


O Italiano, o Espanhol e o Português são línguas semelhantes. Quando vim para Itália sabia umas quantas palavras de espanhol …. agora esqueci quase completamente esse portunhol.

Um episódio engraçado aconteceu em Florença, à mais de dois anos atrás, estava na fila para entrar para no Museu Uffizi, atrás de nós estava um casal espanhol, depois de algum tempo de conversa a senhora espanhola perguntou-me de que parte de Itália nós éramos, ao que eu respondi com um sorriso, que éramos portugueses. “Mas você fala tão bem Italiano” disse-me ela, convém salientar que estive o tempo todo a pensar que estava a falar espanhol. Na verdade não deveria estar a falar língua nenhuma.

Quando este ano fizemos a viagem de carro para Portugal falhei todas as tentativas de falar espanhol, em vez de “gracias” da minha boca se soltava um “grazie” e “buonanotte” em vez de “buenas noches”. O espanhol foi-se!Palavras em italiano

Algumas palavras utilizadas na língua italiana, também fazem parte do nosso dicionário, mas na língua corrente usamos sinónimos. Por exemplo a palavra “limpar” em italiano é “pulire”, nós temos o “polir” mas não é exatamente “limpar”. Eles também têm a palavra “differente” mas usam com maior frequência “diverso” – ao contrário de nós.
“Cortar” em italiano é “tagliare”, “partido” do verbo partir em italiano é “rotto” eles também têm a palavra “partito” mas não a usam, pelo menos aqui na zona de Roma.

Quando não sei dizer uma palavra em italiano, o truque é dizê-la em português com sotaque italiano, e à maneira italiana, por exemplo, muitas palavras que em português terminam em “ão” terminam em italiano em “one”, por exemplo “leão” diz-se “leone”, “decisão” vs “decisione”, “lição” vs “lezione”, etc. Estão vocês a pensar “o italiano é fácil”, na verdade é que este truque muitas vezes sai furado. Ainda hoje volta e meia digo “colccione” quando me refiro a “colchão” que na verdade se chama “materasso”.

Nos últimos meses tenho melhorado imenso o meu italiano e agora até ando na escola :P

Amêndoas

Posted by ana on 15 de Novembro de 2011 in Tradição with 6 Comments


Amendoas coloridas

 

Ao visitar um recém-nascido, os pais ofereceram-nos uma almofada atada a um saquinho com amêndoas …. daquelas que nós portugueses oferecemos na Páscoa. Depois de alguma conversa e pesquisa na Internet cheguei à conclusão que a tradição no que toca a amêndoas (nossas amêndoas de Páscoa) aqui por terras italianas é muito interessante.

Os italianos têm por hábito oferecer confetti alla mandorla em variadas ocasiões tais como num casamento, num batizado (ou/e nascimento), noivado, fim do curso universitário e em aniversários de casamento.

No casamento devem ser oferecidas 5 amêndoas que correspondem à saúde, riqueza, felicidade, longevidade e fertilidade. Mas não acaba por aqui, para cada ocasião as amêndoas diferem na cor. As de casamento são brancas, as do batizado são brancas, azuis ou rosa, as de noivado são verdes, as de fim de curso são vermelhas e as de aniversário de casamento variam dependendo do número de anos que se completam.

Existem pequenas maravilhas doces de mandorla em diversas confeitarias, vejam algumas das seguintes.

Amêndoas em forma de florAmêndos em forma de InsectoAmêndoas em forma de floresAmêndoas "escondidas" em bouquets

 

Uma hora em Roma

Posted by ana on 13 de Novembro de 2011 in Viagens with No Comments


Roma não é a minha cidade Italiana preferida, mas por ser a capital Italiana e vizinha de minha casa, acho que devo falar dela em primeiro lugar.

Se me perguntassem: “Tenho apenas uma hora para visitar algo em Roma, o que aconselhas?” Eu responderia: Monumento Nacional a Vítor Emanuel II (Monumento Nazionale a Vittorio Emanuele II).

Monumento Nacional Vítor Emanuel II

O monumento é um bloco maciço de mármore branco, com uma monumental estátua do Rei a cavalo e uma enorme escadaria. No topo encontramos duas estátuas, uma a cada “canto” do semicírculo, da deusa Vitória sobre uma quadriga. Devido à sua forma e cor tem diversas alcunhas, como “máquina de escrever” ou “bolo de noiva”, a minha favorita. Não aconselho a visita ao Vitoriano pela sua beleza intrínseca, nem por ter o nome do meu pai, mas pelo fabuloso panorama que é possível vislumbrar do seu topo, acessível por elevador depois de pagar a módica quantia de 6 euros. As vistas são espetaculares, e todos ou quase todos os grandes monumentos de Roma são visíveis daqui – o centro histórico de Roma não tem arranha-céus. Temos uma vista privilegiada sobre os Fóruns Imperiais e Capitolino e também do Coliseu que parece estar mesmo aqui ao lado, a cúpula da Basílica de São Pedro e muitos outros domos estão também na linha do horizonte.

Ciao!

Posted by ana on 12 de Novembro de 2011 in Blog with 2 Comments


Para este blog, que agora inicio, tenho muitas ideias, vejamos se as consigo levar avante.

Vim viver para Itália fez agora dois anos. No início não foi fácil …. mas como se costuma dizer: primeiro estranha-se, depois entranha-se.

Pretendo falar das nossas viagens, de curiosidades e hábitos dos italianos e também da língua italiana, que para mim é muito bonita e melodiosa – por alguma razão é chamada “la bella lingua”.

Resumidamente, Itália vista pelos meus olhos.

Mapa de Itália