Um blog sobre Itália by Ana Borralho

La Bella Italia

Veneza – Arrivederci

Posted by ana on 31 de Março de 2012 in Viagens with No Comments


Se as estradas de Veneza são os seus canais, então o Grande Canal é a sua auto-estrada. O Grande Canal, que os italianos chamam de Canal Grande e os locais chamam de Canalasso, é a maior via de trafico da cidade. É conhecido por ter a forma de S invertido, mas como eu sou mais dada a números, digo que tem forma do número dois,  desenhado por uma criança que ainda não sabe escrever :P . O transito fluvial neste canal é tão caótico como o transito automóvel nas restantes cidades italianas, há que manter a tradição do traffico italiano :D .

Veneza e o seu Grande Canal

Vista aérea de Veneza

O canal tem 3800m de comprimento e a largura varia entre os 30 e os 90 metros. Apenas quatro pontes atravessam este canal, são elas a Ponte da Constituição, a Ponte dos Descalços, a Ponte do Rialto e a Ponte da Academia.

Ponte do Rialto - Veneza

Ponte do Rialto

A ponte do Rialto é a mais antiga e foi a única ponte a atravessar o canal até ao século 19. Para mim e provavelmente para a maioria dos visitantes é a mais bonita das quatro. Em ambas as margens da ponte existe um número elevado de lojas onde se pode comprar um pouco de tudo ;) .

Mãe, Gui e Pinóquio

A Mãe, o Gui e o Pinóquio

O Gui adorou a loja com coisas feitas em madeira principalmente do Pinóquio :) .

Ponte dell'Accademia

Ponte da Academia

A segunda ponte a ser construída sobre o canal foi a ponte da Academia, inicialmente era totalmente construida em madeira, mas depois de algumas intervenções foram adicionados alguns elementos metálicos.

A ponte dos Descalços é também conhecida pela ponte da estação ou ponte da ferrovia, pois fica localizada perto da estação ferroviária de Santa Lúcia. A que podemos ver hoje é construída em pedra e veio substituir uma outra feita em ferro.

A ponte mais recente, a ponte da Constituição já falei dela no primeiro post: nova, bonita e pouco prática :P .

Entre Ruas e Canais

Veneza é a praça de São Marcos… e o resto é paisagem, e que paisagem!! :) Por isso não conhecemos verdadeiramente a cidade se não nos perdermos nas suas ruas e nos seus canais sem destino traçado…só passear, apreciar e namorar.

Vi quase tudo o que queria ver, fiz quase tudo o que queria fazer…tudo o que era possível apenas em dois dias. O temor amor de mãe impediu-me de andar de gôndola e o tempo impediu-me de visitar a ilha de Murano, famosa pelas obras de vidro trabalhado :) .

Eu e o meu marido temos uma regra: não regressar aos locais que já visitámos sem termos visto o resto do mundo antes ;-) por isso por norma não visitamos uma cidade duas vezes … pode ser que Veneza seja uma exceção.

 

Arrivederci Venezia …

Vista da Ponte do Rialto - Grande Canal de Veneza

Vista da Ponte do Rialto - Grande Canal de Veneza

Aqui também se derrapa …

Posted by ana on 22 de Março de 2012 in Quotidiano with 2 Comments


Em 2009, Roma acolheu os mundiais de natação. Ainda me lembro de estar deitada no sofá, com uma grande barriga, a ver algumas das competições e pensar que daí a poucos meses eu ia viver para Frascati, cidade nos arredores de Roma. Mas este post nada tem a haver com a minha barriga de 8 meses, nem com a minha vinda para Itália, mas sim sobre o Mundial de natação, na verdade mais precisamente com uma piscina em particular ;) .

O que deveria ser construido não era apenas uma piscina, mas a “Cidade do desporto de Tor Vergata”, projetada pelo conhecido arquiteto espanhol Santiago Calatrava, responsável pela Estação do Oriente e também pela Ponte da Constituição em Veneza já referida anteriormente num post meu.


A foto acima é uma pequena amostra deste projeto megalómano. Quem estiver interessado pode visitar o site do arquiteto e ver o vídeo, o projeto chama-se Univesità degli Studi di Roma “Tor Vergata”.

Em Janeiro de 2009 chegaram à conclusão que o complexo não estaria pronto para os mundiais de natação, isto lembra-me qualquer coisa como a “Casa da Música” para o “Porto – Capital Europeia da Cultura 2001″, que só ficou concluída em 2005, essa teve 4 anos de atraso mas está concluída :D …esta não sei como vai acabar.

Depois de terem sido gastos muitos milhões de euros além dos orçamentados para todo o projeto, o resultado até agora é apenas uma estrutura de metal que se pode ver nas fotos em baixo :P .

Esta estrutura em metal foi terminada em Outubro do ano passado, e depois de Itália ter desistido da corrida ao Jogos Olímpicos, as obras pararam. Não há mais dinheiro para enterrar neste elefante branco. Procuram-se agora investimentos privados, pois o dinheiro publico gasto nesta obra já engordou os bolsos de alguns parasitas, é o que dizem as más línguas :D .

Se eu fosse proveniente da Alemanha ou de qualquer outro país do Norte da Europa, este assunto poderia me deixar chocada, mas como o meu berço é Portugal, sinto-me em casa :P .

Veneza III – Praça de São Marcos

Posted by ana on 19 de Março de 2012 in Viagens with No Comments


Diz uma lenda  que os casais que trocarem um beijo no momento exato em que passarem sob a Ponte dos Suspiros serão eternamente apaixonados. É uma lenda romântica, mas na verdade o nome desta ponte vem de uma outra história :) . Esta ponte liga o Palazzo Ducale à antiga prisão da cidade e o nome surgiu graças aos prisioneiros que eram levados do Palácio para a prisão e ao passar por esta ponte eles olhavam pela janela e suspiravam de tristeza ao ver a liberdade pela última vez.

Quem visitar Veneza, não deve deixar de visitar o Palácio Ducal também conhecido por Palácio do Doge, além de bonitas estátuas e famosas pinturas tem alguns tetos extraordinários.

Mesmo ao lado do Palazzo Ducale encontramos a Basilica di San Marco. Já tive a oportunidade de visitar muitas igrejas, mas esta ainda me conseguiu surpreender :) . É rica e linda tanto por fora como por dentro. Algo curioso é a existência de quatro cavalos, na varando da basílica, estes são réplicas, pois os originais encontram-se no museu dentro da basílica, os originais foram foram saqueados por Napoleão em 1797 e estiveram no Arco do Triunfo do Corrosel em Paris, foram devolvidos à cidade de Veneza em 1815.

Na praça de São Marcos podemos também ver a Torre dell’Orologio, um edifício renascentista, construído entre 1496 e 1499, devo confessar que não lhe dei muita atenção e depois da pesquisa para escrever este post estou um pouco arrependida :(

O arco da torre dá acesso à principal rua da cidade de Veneza, conhecida como a Merceria.
A parte central do relógio é de ouro e esmalte azul, este relógio não nos mostra apenas as horas, mas também o dia, fazes da lua e do zodíaco ;) No topo da torre estão duas figuras em bronze,  um velho e um jovem que representam a passagem do tempo. Duas vezes por ano, a 6 de janeiro e no dia da Ascensão, quatro estátuas de madeira, os 3 reis magos e um anjo, saem por uma das portas laterais e percorrem uma plataforma semicircular sobre o relógio fazendo uma vénia à Virgem Maria antes de desaparecerem pela porta do lado oposto.

 

Torre dell'Orologio

Campanile di San Marco

Para finalizar a visita à Praça de São Marcos, subir ao Campanile di San Marco é indispensável pois do cimo do seus quase 100m de altura dá-nos uma vista magnifica de grande parte de Veneza.

Pensei que este seria o terceiro e ultimo post sobre Veneza, mas ainda falta pelo menos mais um :D .

 

Os Dias da Semana

Posted by ana on 15 de Março de 2012 in Língua with No Comments


O meu senhorio brinca comigo por os dias da semana em português serem segunda feira, terça-feira, etc… apesar de eu responder que assim é mais fácil de os saber – são “numerados”, ele ri… e com alguma razão :P .

O sufixo “Feira” vem de feria, que, em latim, significa “dia de descanso”. O termo passou a ser usado após um concílio da Igreja Católica na cidade portuguesa de Braga. E apesar de no inicio esta denominação apenas servir para a semana santa, acabou depois por ser adotado para o resto do ano, mas claro, só pelos portugueses.

Português

Italiano

Latim

Segunda-feira

Lunedì

Lunae dies (dia da Lua)

Terça-feira

Martedì

Martis dies (dia de Marte)

Quarta-feira

Mercoledì

Mercurĭi dies (dia de Mercurio)

Quinta-feira

Giovedì

Jovis dies (dia de Júpiter)

Sexta-feira

Venerdì

Venĕris dies (dia de Vénus)

Sábado

Sabato

Sabbatum (dia do descanso)

Domingo

Domenica

Dominicus dies (dia do Senhor)

 O Sabato italiano, assim como o nosso Sábado, deriva do Latim Sabbatum que por sua vez deriva do hebraico Shabbath, que significa dia do descanso, consagrado no velho testamento, mas antes do cristianismo este dia era conhecido por Saturni dies, ou seja dia de Saturno. Também por influência do cristianismo, o dia do Sol em latim solis dies, foi substituído por Dominicus dies que significa dia do senhor. Dia de Saturno e o dia do sol ainda são utilizados por exemplo na língua inglesa (Saturday e Sunday) :D

Não resisto a acabar este post com uma curiosidade :) . Dia em italiano é giorno, enquanto a palavra dia portuguesa deriva do Latin dies, a palavra giorno deriva também do latim mas de diurnus ;)